04/06/12

O que a Bíblia diz sobre o Copiar e Colar (Plágio)?

Autor: | Dia: 04/06/12

Copyright-Direitos-Autorais-Plágio

"Ai daquele que edifica a sua casa com iniquidade, e os seus aposentos com injustiça; que se serve do trabalho do seu próximo sem remunerá-lo, e não lhe dá o salário" (Jeremias 22.13)

Tenho sido vítima dessas duas palavrinhas que facilitou o trabalho de muita gente sem criatividade: Copiar e Colar. Muita gente copia e cola textos e conteúdos daqui para outros sites (geralmente blogs pessoais) sem a mínima consciência de que a remuneração do meu trabalho (no caso, os estudos que produzo) é dar os devidos créditos autorais por ele. Quando fazem isso, sem dar os devidos créditos autorais, incorrem em dois pecados:

1) Plágio

"O plágio é o acto de assinar ou apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza (texto, música, obra pictórica, fotografia, obra audiovisual, etc) contendo partes de uma obra que pertença a outra pessoa sem colocar os créditos para o autor original. No acto de plágio, o plagiador apropria-se indevidamente da obra intelectual de outra pessoa, assumindo a autoria da mesma."
(Wikipédia)

Resumindo, plagiar é apresentar uma obra intelectual de qualquer natureza pertencente a outro como se fosse seu. E isso leva a pessoa a:

2) Mentira

"Suave é ao homem o pão da mentira; mas depois a sua boca se enche de pedrinhas." (Provérbios 20.17)

Pessoas copiam e colam textos inteiros de um determinado blog para os seus blogs, e logo abaixo do post vai o quê? As suas assinaturas! Assinam algo como se fosse seu, mas não o é. Pertence a outra pessoa. Faz parecer que foram eles que produziram esse conteúdo, mas não foi. É engano. É mentira.

Sem o saber (e alguns sabendo) estão pecando. As justificativas para isso variam, mas alguns fazem a seguinte pergunta para justificar:

E se eu só quero divulgar e proclamar o Evangelho?


Há meios de se fazer isso, e acredito que copiando o conteúdo e textos dos outros não levará a lugar algum. O melhor método é divulgar o link do conteúdo original. Se gostou de algo, não copie, divulgue o trabalho desta pessoa através do endereço da página que você gostou. Com isso ainda assim você estará divulgando, e melhor, não só divulgando o texto como também honrando o autor:
"Dai a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra." (Romanos 13.7)

É igual quando você gosta de uma loja. Você não abre uma loja idêntica para seus amigos visitarem. Você passa para eles o endereço dela e eles vão visitar a mesma loja que você havia visitado. É simples assim.

Com isso, pouco justifica copiar trabalhos dos outros e publicar em seus sites com o intuito de divulgar, porque se o site que possui o conteúdo não recebe visitas dos que veem a tal "divulgação", então não houve de fato divulgação, e sim cópia, e acredito firmemente que isso não está nada correto, pois você está usando de algo que não teve trabalho nenhum para criar, ganhando com isso, e o autor original, o que realmente teve trabalho para produzir, perdendo.

Direitos Autorais entre os escritores da Bíblia


Até os homens de Deus que escreveram os livros da Bíblia respeitavam os direitos autorais uns dos outros. Todos sabem quem escreveu determinado livro da Bíblia porque ninguém dos que foram fazendo cópias assinaram como se fosse seu ou retiraram o nome do autor do livro ou da carta. E para os livros que não sabemos o autor, pelo menos de uma coisa temos certeza: ninguém assumiu a autoria deles sem o ter sido de fato.

Direitos Autorais do site Eu vivo a Bíblia


Reitero o que já deixei claro no rodapé de todos os posts: A reprodução do conteúdo deste site é proibida sem a devida autorização do autor. Plágio é pecado (Jeremias 22:13) e é crime previsto no artigo 184 do Código Penal e na Lei n° 9.610-98.

E mais: A partir da data 04 de junho de 2012, todos os conteúdos do site Eu vivo a Bíblia que eu encontrar em outros sites, solicitarei as plataformas que os hospedam que retirem do ar o conteúdo copiado. É direito meu. E mesmo que não seja o texto inteiro, se representar pelo menos acima de duas frases idênticas, o farei também (exceto os pouquíssimos casos em que expressamente eu permiti antes dessa data acima mencionada, e com nome do site e link para o conteúdo original).

Não quero que você me interprete mal, mas é para o nosso bem. É um pequeno tratamento de choque contra o pecado de plágio, e consequentemente, contra o pecado da mentira, pois a Bíblia diz:
"Dai a cada um o que lhe é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem temor, temor; a quem honra, honra. A ninguém devais coisa alguma, senão o amor recíproco; pois quem ama ao próximo tem cumprido a lei." (Romanos 13.7-8)

É necessário dar a cada um o que lhe é devido, inclusive os seus direitos de autor dos textos, meditações, estudos, sermões e pregações.

Sobre o Autor:

Silas Yudi Silas Yudi é jovem e cristão, que aprendeu desde cedo acerca do valor do sacrifício de Jesus na cruz pela sua vida. Está sempre buscando aprender algo novo da Palavra diariamente. Leia mais sobre o autor
Gostou? Não copie! A reprodução total ou parcial do conteúdo deste artigo é proibida sem a devida autorização do autor. Plágio é pecado (Jeremias 22:13).
RSS/Feed: Receba automaticamente todos os artigos deste site.
Clique aqui para assinar nosso feed. O serviço é totalmente gratuito.
Twitter: Siga o site Eu Vivo a Bíblia no Twitter.
Facebook: Curta a nossa página no Facebook:
Comentário(s) no Facebook:

1 comentários :
  1. Bom, talvez você não publique meu comentário, mas acho que você está sendo um pouco egoísta, até porque tudo o que você publica teve inspiração na bíblia, se você não quer que ninguém te copie então escreva, pois isso é consequência, as pessoas copiam porque alguém teve o trabalho de publicar que é interessante, se elas não lhe dão os devidos créditos, acho que cabe a Deus julgar se foi de má fé ou não.

    Agora você também não pode negar que alguma vez na vida você também ja copiou alguém, estamos sempre copiando uns aos outros, Jesus mesmo disse que devia-mos copiar sua maneira de viver, e usar jeremeias 22,13 para atacar o plágio é no mínimo infantil, pois esta passagem não retrata o plágio mas sim a exploração do trabalho alheiro sem o devido pagamento do salário.

    Pelo visto você não usa este blog para ganhar dinheiro, pois até o momento não vi nenhuma publicidade aqui, então não tem porque ficar tão enfurecido quando alguém te copia.

    Você está se comportando igual a alguns dos discípulos de Jesus que ao ver uma pessoa que não seguia expulsando demõnios.

    Lembre das palavras de Jesus em Marcos 9:38-40 :

    38 - João disse a Jesus: “Mestre, vimos um homem expulsar demônios em teu nome. Mas nós o proibimos, porque ele não nos segue”.
    39 - Jesus disse: “Não o proibais, pois ninguém faz milagres em meu nome para depois falar mal de mim.
    40 - Quem não é contra nós é a nosso favor”.

    Sei que plágio é uma coisa muito chata, mas quando se trata da Palavra de Deus, por mim podem plagiar a vontade, pois isto é bom, só assim a palavra está sendo propagada, mesmo que os direitos não pertença a quem publicou depois do primeiro.

    Acho que você deve repensar sua opinião sobre plágio pois você também copia textos da bíblia e publica em seu Blog, agora imagina se Deus cobrasse de você direitos autorais por escrever a palavra de Deus aqui neste espaço???

    Pense nisso...

    ResponderExcluir

Gostou do que leu? Comente sobre este estudo!
Obs: Todos os comentários são moderados. Regras:
- Não inclua links desnecessários no seu comentário;
- Não use palavras depreciativas, este é um site cristão;
- Escreva somente sobre o assunto do post; se deseja falar algo não relacionado ao post use o Formulário de Contato;

Os comentários no Facebook e no próprio site representam a opinião dos seus respectivos autores, e não do autor do site.